sábado, 17 de setembro de 2016

{Uma Reflexão} Não se afogue em si mesmo

Raim, Como estão?

Você já disse para alguém, hoje, o quanto ama essa pessoa, sem esperar que ela diga que te ama de volta? Já disse o quanto a pessoa é especial para você, simplesmente por querer dizer, sem esperar que ela te mande um texto cheio de palavras bonitas, dizendo o mesmo para você? Você já chegou em alguém que sente saudades e simplesmente mandou um: "Sinto sua falta", simplesmente porque você realmente sente falta da pessoa, sem sentir aquela necessidade de que ela, obrigatoriamente diga que sente a sua falta? Ou simplesmente ficou com vontade de ver a pessoa e quis se ver com ela, sem a intenção de querer beijar, transar? Apenas passar o tempo, porque é legal ficar com ela?

Eu cansei, sinceramente, de esperar por pessoas que digam o que sente, para eu poder dizer que sinto o mesmo. Cansei de esperar que as pessoas deem uma primeira resposta, para eu não parecer que sou carente de atenção, cansei de fazer interpretações de um alguém que não liga para o outro, simplesmente para parecer forte aos olhos da sociedade, me sufocando em meus próprios sentimentos, me afogando em mim, tendo tudo isso dentro de mim e não podendo externar por medo.

Essa coisa de ser uma pessoa fria, já me cansou, eu não sei quanto tempo eu tenho de vida para ficar escondendo o que sinto para os outros por uma mania da sociedade de querer ser foda, não demonstrando. Eu sou um ser humano, que sinto, choro, fico com raiva, alegre e entre muitas outras coisas. Eu não sei quanto tempo a pessoa ao meu lado tem, para eu "esperar o momento certo" para falar o que sinto à ela. Chega dessa ditadura da frieza, dos sem sentimento. Vamos dizer que amamos  aquela pessoa, simplesmente porque amamos, sem esperar que ela diga: "Eu também te amo", para você se sentir feliz.

E, uma observação, eu não estou falando apenas de pessoas que você sente uma atração (de qualquer tipo que seja), quantas pessoas você tem na sua rede social, que está ali e você tem uma admiração, mas não fala? Um simples "oi" pode iniciar uma nova história na sua vida, que você nem imagina a proporção que pode te causar no futuro. Gente? Vamos ser mais afetuosos? Mais carinhosos com nós mesmos? Se você ama uma pessoa que nunca falou na vida, mas tem contato com ela, chega e fala que você ama! O máximo de ruim que você pode receber é uma indiferença, que normalmente não irá acontecer. Nós, seres humanos, gostamos de saber que somos notados, gostamos de saber que tem alguém ali que nos enxerga e nos admira, simplesmente por estarmos ali!

Vamos dizer mais o que sentimos, sem esperar algo em troca? Vamos ser mais afetuosos um com outro, deixa a frieza para quando estivermos embaixo da terra. Vamos parar de ter medo de dizer o quão bom é estar ao lado de uma pessoa, porque deixar para mais tarde, pode ser tarde demais. Vamos amar incondicionalmente, vamos abraçar mais, amar mais e beijar mais. A vida é muito curta e temos que aproveitar esses pequenos momentos que temos junto àqueles que gostamos.

É só isso mesmo que eu tinha para falar. Não deixe de mostrar o que sente por puro capricho, não deixe de viver de uma forma mais pura e feliz para "parecer forte", os fortes são os que sentem e mostram que sentem. Não se afogue em si mesmo, só para dar a impressão que é intocável e que não se machuca fácil, sendo que você fere a si, quando faz isso. A princípio, eu amo você que leu até aqui e obrigado.

sábado, 20 de agosto de 2016

{Reviews} Quando Anjos Merecem Morrer - Nicole Abrahão

Raim! Como estão?

Hoje eu vim falar sobre "Quando Anjos Merecem Morrer", um romance (L)GBT que fala sobre solidão, morte, vida, HIV, luta contra a depressão e amizade. Um livro que você não vai conseguir parar de ler nem por um segundo e que vai te arrancar algumas lágrimas, mas também alguns sorrisos. Uma história forte, que você precisa conhecer.

Título: Quando Anjos Merecem Morrer

Autora: Nicole Abrahão

Número de páginas: 251

Sinopse: A amizade escolhe os lugares mais estranhos para surgir. Jessica, Tiffany e Julia se vêm isoladas socialmente pelo que escolheram e o que não escolheram. Tudo o que Tiffany quer em seus dias contados é um amigo, Jessica já resignou-se em aceitar a ausência destes em sua frágil tentativa de se mostrar independente, e no escuro de janelas fechadas e pesadas cortinas da casa em frente, Julia tenta finalmente achar um lar na sexta casa que ocupa em três anos. Julia não quer mais amigos. A fugidia amizade surge entre três pessoas que relutam em reconhecer o quão semelhantes são entre si.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

{Reviews} Rogério - Supercombo

Raim! Como estão?

Quanto tempo que não escrevo aqui, não é mesmo? Mas eu voltei e espero não parar mais, porque eu amo este lugar! Mas vamos ao que interessa: A banda Supercombo lançou um novo álbum essa sexta-feira! Você já ouviu? Não? Então vem aqui, que eu vou falar o que achei dele, enquanto você ouve o álbum maravilhoso e fresquinho!

P.S.: Lembrando que eu não entendo muito do lado técnico das músicas. Eu apenas aprecio e comento o que achei.





segunda-feira, 6 de junho de 2016

{Você Deveria Conhecer} A Melancolia de Wrenn

Raim! Como está?

Hoje a postagem é bem pequena mas que vale toda a pena do mundo! Você gosta de músicas lentas e que te dão uma pequena vontade de sentar num canto escuro, abraçar os joelhos e chorar até não ter mais lágrimas? Que te vicia já pela batida e te faz querer repetir? Então, vem cá, porque você precisa conhecer a Wrenn e a sua melancolia.

 

sábado, 28 de maio de 2016

{Você Deveria Conhecer} Seafret (Folk)

Raim! Como estão?

Hoje vim recomendar uma banda para quem já enjoou de ouvir os mesmos artistas e as mesmas músicas, também para aqueles que estão afim de algo novo. Então, que tal conhecer um dueto que vai mexer com o seu íntimo, com suas emoções e, ao mesmo tempo, te viciar de um jeito tão sutil, que nem irá perceber? Pois lhes apresento, Seafret, esses dois são maravilhosos de bom! Vem cá, para conhecê-los!


sábado, 14 de maio de 2016

{Review | Avaliação} A Garota Dinamarquesa (2016)

Raim! Como estão?

Hoje venho falar sobre um dos filmes mais "polêmicos" desse início de 2016, onde alguns cinemas daqui do Brasil se recusaram a passar, que é: A Garota Dinamarquesa, filme que conta a história da linda e maravilhosa Lili Elbe, uma das figuras do mundo Transgênero e considerada a Primeira Mulher Transsexual do mundo. Esse filme tinha tudo para ser um marco para a história da luta LGBT, mas... Pecaram. Venha ver por quê.

domingo, 1 de maio de 2016

{Projeto Filme No Escuro} Death Proof (À Prova de Morte)

Raim! Como estão?

Com o segundo tema do projeto Filme No Escuro, um novo filme me foi indicado. A palavra-chave da quinzena foi: Serial Killer e me recomendaram um filme chamado: À Prova de Morte. Eu pensei uma coisa, mas o que assisti foi tudo totalmente diferente do que eu pude imaginar! Vem cá, que esse filme você precisa assistir! Tipo: Agora mesmo!

O Projeto Filme No Escuro é um evento quinzenal, onde duas vezes no mês, os participantes vão indicar um filme para o outro, sendo essa indicação desconhecida para quem vai assistir o filme, quanto menos souber do filme melhor. Depois, que assistirem o filme, teremos de responder algumas perguntas e chamar o pessoa para participar do projeto também, quanto mais, melhor!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...